top of page

Roma reitera apoio à reeleição de Sheila Lemos em Vitória da Conquista

Vitória da Conquista

O presidente do PL Bahia e ex-ministro da Cidadania, João Roma, reiterou o apoio que a sigla dará à reeleição da prefeita Sheila Lemos (União Brasil), em Vitória da Conquista. "Tomamos a decisão de seguir com a reeleição da prefeita Sheila Lemos, que está fazendo um bom trabalho", disse Roma, nesta sexta-feira (7), em entrevista à Rádio Brasil FM, de Vitória da Conquista.


O dirigente partidário destacou que o momento é de unir esforços para impedir que o PT conquiste as grandes cidades baianas e, com isso, sufoque a direita no estado. "É notório a avidez como o PT quer ocupar esse quadrante do espaço", comentou Roma, ao apontar que os petistas já detêm o comando do governo do Estado e da União.


Sobre a pré-candidatura a prefeito de um nome do PL em Vitória da Conquista, João Roma disse que é um sonho adiado devido às circunstâncias locais e também às orientações que o presidente Jair Bolsonaro deu a ele, afirmando que não é hora de agir com vaidade. "Nós temos um grande espaço e fico muito contente com o crescimento do PL 22 aqui em Conquista", destacou o presidente estadual do PL. Ele ainda ressaltou que o apoio a Sheila Lemos não foi condicionado à indicação do vice pelo partido.


"O PL, em nenhum dos municípios, colocou como exigência para declarar apoio ter o cargo de vice. Não gosto da figura de vice como um adereço. É importante que se enxergue essa importância e harmonia, que o vice seja um parceiro da administração. O interesse do PL é ampliar a capilaridade do partido e estimular novos líderes na política", explicou João Roma.


O objetivo do PL em Vitória da Conquista é, além de evitar o avanço do PT, fortalecer as pré-candidaturas de vereadores e vereadoras. "É fundamental que a gente abrace as bandeiras e sustente propostas do partido: não aumentar impostos para a população, promover ações de suporte à população e de estimulo à produtividade onde onde se enxerga o crescimento do crime organizado", disse Roma, ao reafirma que a lógica perversa de pesar a mão nos impostos enfraquece a economia, gera desemprego e aumenta a criminalidade.


"O PL chega para fazer a diferença e ter espaço positivo nas eleições. O presidente Bolsonaro defendeu e provou uma tese: ele baixou os impostos e aumentou a arrecadação. Essa é a diferença nossa das políticas do PT, que tem sanha por aumentar os impostos e, com isso, vemos a economia despencando", destacou Roma. Tanto em Vitória da Conquista quanto em Salvador, por exemplo, o apoio do PL foi movido pela aceitação dos gestores Sheila Lemos e Bruno Reis de adotarem medidas liberalizantes na economia, que facilitem a vida de quem deseja empreender.

4 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page